Alienatio 2.0

Alienatio

O Homem Absurdo é aquele que busca sentido onde não há um sentido predefinido.

The Absurde Man is he who seeks meaning where there is no predefined meaning. 

There’s no meaning to chaos if it grants life it’s status of absolute ruler of absurdity.

Not that nostalgia is foreign to him. But he prefers his courage and his reasoning.

 

 

A series of illustrations I named Alienatio.

Greatly influenced by Camus’ “Le Mythe de Sisyphe”, it’s the interpretation of a very warped vision of the world as seen from the inside of a bubble which rejects the mundane.

It’s the acknowledgement  of everything palpable and explained by their physical existence immersed by everything inexplicable, by what makes sense within us because we feel it. Disruption, apathy, macabre, when inner death crosses paths with the exuberance of being woke.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Esta é uma colecção de desenho digital ao qual dei o nome Alienatio.

É uma interpretação da visão concreta do mundo dentro de uma bolha que repele o que é do mundo.

É a aceitação das coisas palpáveis e explicadas pela existência física inundada pelas coisas sem explicação, porque apenas vivas interiormente. Da confusão à apatia, do sensual ao macabro e o cruzamento da morte interior com a exuberância de ser consciente.

GJ

Anúncios