To whom it may concern

To walk on this earth where everybody else is just everybody else and I walk inside my half bubble perfumed with your honey like saliva on my skin, your powerful waving. To grow gardens plowed in my mouth. To be the privileged proud man who meets his future reaching out for your half to make us whole. I go to bed with this knowing we shall have what we don’t yet.

 

GJ

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s